O MEI (Microempreendedor Individual) é disponibilizado para atividades que não possuem uma regulamentação própria, sendo assim, os corretores de imóveis não podem ser MEI. Pois são regidos pelo CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

Suas atividades são supervisionadas e para exercerem a função precisam do registro que permite a atuação. Seguindo a legislação, todas as profissões que possuem um conselho e regulamentação ativa, não conseguem o registro como MEI.

Exemplos de atividades que não podem ser registradas como MEI:

O objetivo do MEI é ser um formato de empresa para a regulamentação de atividades informais. São exemplos de atividades que podem abrir MEI: apicultores, jardineiros, eletricistas, artesãos, costureiras, além de outras atividades comerciais ou prestadores de serviços simples.

Mas afinal, como abrir empresas sendo corretores de imóveis? 

Os corretores de imóveis podem optar pelo Simples Nacional. O passo a passo para abrir uma empresa como Simples Nacional evoluiu bastante nos últimos anos e o tempo de abertura está cada vez menor.

Além disso, contar com o auxílio de um escritório de contabilidade irá facilitar o processo de abertura da empresa. Você pode optar pela contratação dos serviços contábeis desde o começo, e terá a ajuda necessária para esta parte da documentação e solicitação do CNPJ.

O Simples Nacional é um regime que traz algumas vantagens na questão tributária, mesmo quando comparado ao formato de trabalho autônomo. Pois atuando com CPF algumas pessoas estão recolhendo mais impostos do que atuando através de CNPJ.

Para entender mais sobre qual é o melhor caminho ao abrir uma empresa para corretores, entre em contato conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.